.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Novo portal do CNJ. Foto: Luiz Silveira/Agência CNJ
Novo portal do CNJ. Foto: Luiz Silveira/Agência CNJ

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) colocou na Internet, nesta terça-feira (24/03), o seu novo Portal.  A página foi totalmente reformulada para permitir ao cidadão acessar de maneira mais fácil os conteúdos que procura. O presidente do CNJ, ministro Ricardo Lewandowski, citou a mudança do site durante a abertura da 205ª Sessão Plenária do órgão.

O ministro destacou as inovações, que não se restringiram à aparência, mas também exploraram a própria organização da informação. “As mudanças alcançaram o visual, mas também a funcionalidade, a interatividade e a própria arquitetura da informação. O site ficou mais simples, prático e transparente”, avaliou. Ele comemorou, também, o fato de o site do CNJ ser um dos mais acessados no mundo. "Vejam como o nosso trabalho é acompanhado de perto!". 

A disposição do conteúdo no novo Portal do CNJ leva em consideração os programas e serviços mais procurados pelos internautas. Para priorizar estas áreas, os acessos ao Portal foram estudados durante 6 meses. Também foram levados em conta críticas e reclamações dos cidadãos que chegaram à ouvidoria, neste período. Na página principal do site, a ferramenta de busca por processos judiciais está em destaque, assim como estão privilegiadas informações relacionadas aos programas e serviços oferecidos pelo órgão, como bancos de dados, cartilhas, atos normativos e acessos a sistemas.   

“No novo Portal, a informação ganha rapidez e objetividade, os caminhos até os conteúdos ficarão mais curtos e será possível aumentar a visibilidade das páginas que tratam do mesmo assunto”, reforça a Secretária de Comunicação do CNJ, Giselly Siqueira. 

Destaque nas redes sociais nos últimos anos, o novo site do CNJ também se preocupou em manter a interatividade com o cidadão. Para tanto, a Diretoria de Tecnologia da Informação do órgão elaborou um sistema ajustável (responsivo) para cada plataforma de comunicação (smartphones, tablets ou desktops).

Nessa área, dentre as novidades oferecidas pelo novo Portal está a possibilidade de compartilhamento das notícias diretamente por meio do aplicativo Whatsapp. 

Para desenvolver o novo Portal, a Secretaria de Comunicação Social e a Diretoria de Tecnologia da Informação, sob coordenação da Secretaria-Geral, buscaram inspiração em experiências premiadas, estrangeiras e nacionais.  Dentre eles, o site do governo britânico, eleito o de melhor design em 2013, o portal da rede CNN, o conceito de navegação do portal Terra e alguns dos principais sites de notícias brasileiros – G1, UOL, Band e R7.

Regina Bandeira
Agência CNJ de Notícias