.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo

O assessor especial da Corregedoria Nacional de Justiça desembargador Vladimir Passos de Freitas vai falar sobre os projetos do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na próxima terça-feira (2/10), no seminário internacional que reúne representantes do Judiciário de diferentes países em Trinidade e Tobago. A conferência, que começa na segunda-feira (1/10), será realizada em Porto de Espanha, capital do país caribenho, localizada na ilha de Trinidade. 

Na ocasião, o desembargador vai falar sobre o papel do CNJ no Judiciário brasileiro, destacando alguns dos projetos como o Justiça em Números, que apresenta um retrato do funcionamento da Justiça no Brasil, as 10 Metas estabelecidas para o Judiciário e a atuação da Corregedoria Nacional de Justiça. Freitas falará ainda sobre os programas voltados ao aprimoramento da Justiça Criminal no Brasil, como os mutirões carcerários e o Começar de Novo, que visa a ressocialização de presos e egressos do sistema carcerário. Os Cadastros de Adoção, das Crianças e Adolescentes Abrigados e de Adolescentes em Conflito com a Lei também estarão entre os temas abordados pelo representante do CNJ no seminário internacional.

O evento é promovido pela Associação Internacional de Administração Judiciária (International Association for Court Administration) em parceria com a Corte de Justiça Caribenha, no intuito de promover um intercâmbio entre países na busca por um modelo internacional de administração para o Judiciário. Juízes, administradores judiciais, membros de tribunais e ministros participarão do encontro para debater temas relacionados ao acesso à Justiça em Cortes e Tribunais Criminais, Comerciais e Internacionais. A reforma da Justiça Criminal, a administração dos tribunais, experiências inovadoras na Justiça e os desafios que serão enfrentados pelo Judiciário nas próximas décadas são alguns dos assuntos que serão abordados no evento.

 

Mariana Braga

Agência CNJ de Notícias