Notícias em Destaque

CNJ aprova resolução que disciplina a lei das escrituras


25/04/2007 - 12h27


O preço dos serviços cobrados em cartórios para a realização de divórcios, separações, partilhas e inventários consensuais acaba de ser regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).  

O preço dos serviços cobrados em cartórios para a realização de divórcios, separações, partilhas e inventários consensuais acaba de ser regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). De acordo com a resolução nº. 35, aprovada pelo órgão nesta terça-feira (24/04), a cobrança pelos serviços não pode ser proporcional ao valor dos bens envolvidos na causa. 

Essa cobrança proporcional - que acabava encarecendo consideravelmente os trâmites - vinha sendo praticada por cartórios desde o início do ano, quando foi aprovada a lei 11.441, conhecida como a lei das escrituras. Pelo caráter inovador da nova legislação, seu conteúdo gerou muitas divergências, controvérsias e dúvidas com relação à sua aplicação. E muitos cartórios começaram a cobrar alto pelos serviços, contrariando os objetivos da nova lei, que seria o de proporcionar as escrituras a um menor custo à população. 

De acordo com a resolução do CNJ, "a cobrança pelos serviços deve corresponder ao efetivo custo e à adequada e suficiente remuneração pela sua prestação". Além disso, o documento também deixa claro que está vedada "a fixação de custas em percentual incidente sobre o valor do negócio jurídico objeto dos serviços notariais e de registro".

Segundo o corregedor nacional de Justiça, ministro Antônio de Pádua Ribeiro, "é de suma importância que os objetivos visados pela lei não sejam prejudicados pela adoção de entraves burocráticos e exigências desnecessárias acabem por inviabilizá-la e frustrar sua finalidade".

A resolução 35 tem 53 artigos e também fixa que as escrituras públicas de inventário e partilha, separações e divórcios consensuais não dependem de homologação judicial e são títulos aptos para o registro civil e o registro imobiliário e para a transferência de bens e direitos. Essas escrituras públicas também podem ser utilizadas para a promoção de todos os atos necessários à concretização das transferências de bens e levantamento de valores em órgãos como o Detran, junta comercial, registro civil de pessoas jurídicas, instituições financeiras e companhias telefônicas, entre outras.

A resolução destaca ainda a gratuidade das escrituras de inventário, partilhas, separação e divórcio consensuais nos casos de apresentação de declaração dos interessados de que não possuem condições de arcar com as custas, ainda que as partes tenham advogado.



Siga o CNJ: Facebook Twitter Youtube Flickr RSS

Palavras-chave:

Notícias do CNJ

CNJ no Ar desta quarta destaca consumo consciente no TJDFT

29/07/2014 - 16h30
CNJ no Ar desta quarta destaca consumo consciente no TJDFT    O consumo consciente é uma das responsabilidades socioambientais do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT)...

CNJ no Ar desta terça destaca atendimento do Juizado do Forró do TJPE

28/07/2014 - 14h48
CNJ no Ar desta terça destaca atendimento do Juizado do Forró do TJPE O CNJ no Ar desta terça (29/7) divulgará o balanço de atendimentos sobre o Juizado do Forró do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (TJP...

Juizados dos aeroportos são tema do CNJ no Ar desta segunda (28/7)

25/07/2014 - 13h10
Juizados dos aeroportos são tema do CNJ no Ar desta segunda (28/7) O CNJ no Ar desta segunda-feira (28/7) destacará os balanços dos juizados dos aeroportos. O programa também trará uma entrevista com Mary Bianca...

CNJ entrega relatórios dos mutirões carcerários ao TJAM e ao TJRO

25/07/2014 - 10h28
CNJ entrega relatórios dos mutirões carcerários ao TJAM e ao TJRO Estão nas mãos dos presidentes dos tribunais de Justiça do Estado de Rondônia (TJRO) e do Estado do Amazonas (TJAM) os relatórios dos mutirões c...

Aplicação de alternativas penais ao encarceramento feminino será debatida em Fórum Nacional

25/07/2014 - 09h16
Aplicação de alternativas penais ao encarceramento feminino será debatida em Fórum NacionalA Lei de Execuções Penais determina que os crimes de pequeno e médio potencial ofensivo deverão ser punidos com penas alternativas, desde que o cr...

CNJ no Ar desta sexta destaca a importância da conciliação para a economia

24/07/2014 - 16h06
CNJ no Ar desta sexta destaca a importância da conciliação para a economia O CNJ no Ar desta sexta-feira (25/7) abordará a importância da conciliação para a economia brasileira, cujo crescimento teve como um dos pilares...

CNJ estuda modelo de adesão do Brasil à Convenção da Apostila da Haia

24/07/2014 - 15h23
CNJ estuda modelo de adesão do Brasil à Convenção da Apostila da HaiaLegalizar um documento estrangeiro no Brasil não é tarefa das mais simples. A pessoa que precisa legalizar uma certidão negativa exigida por órgã...

Campanha do CNJ nas redes sociais durante a Copa alcança mais de 5,3 milhões de pessoas

24/07/2014 - 10h53
Campanha do CNJ nas redes sociais durante a Copa alcança mais de 5,3 milhões de pessoasA campanha #EuQueroVerGol de Justiça, Cidadania e Respeito, realizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nas redes sociais, durante a Copa do M...

Audiência pública discutirá acesso da juventude negra à Justiça

24/07/2014 - 09h03
Audiência pública discutirá acesso da juventude negra à JustiçaDados do Ministério da Saúde mostram que 76,6% dos jovens vítimas de homicídio em 2010 são negros. Enquanto o número de brancos assassinados cai...

Notícias do Judiciário

Projeto atenderá portadores de doença rara em Araras

29/07/2014 - 16h15
O Projeto Acelerar Previdenciário será realizado no povoado de Araras, para atender exclusivamente aos portadores da doença Xeroderma Pigmentoso, o...

Tribunal capacita e atualiza servidores das zonas eleitorais

29/07/2014 - 16h13
O Tribunal Regional Eleitoral de Tocantis (TRE-TO) realiza, de 28 de julho a 1º de agosto, no Anexo I e no auditório do TRE-TO, capacitação e atua...

Abertas inscrições para seminário improbidade administrativa

29/07/2014 - 15h54
Estão abertas, até 17 de agosto, as inscrições para o seminário “Improbidade Administrativa e Desafios para a Gestão do Estado Brasileiro”, ...

Campanhas eleitorais já podem fazer prestação de contas parcial

29/07/2014 - 15h40
Todos os candidatos que concorrem às eleições deste ano, inclusive aqueles que renunciarem, forem substituídos ou tiverem seus registros de candid...

Inaugurada sede própria da Justiça Federal em União dos Palmares

29/07/2014 - 15h39
O diretor do Foro da Justiça Federal em Alagoas (JFAL), juiz federal André Luís Maia Tobias Granja, representando o presidente do Tribunal Regional...

Ações levam informação sobre saúde do trabalhador

29/07/2014 - 15h33
Empreendedorismo social para reverter o cenário de crescimento do número de acidentes de trabalho ocorrido no Brasil nos últimos anos. Esse foi o i...

Novos valores de depósitos recursais entram em vigor em 1º/8

29/07/2014 - 15h27
O Tribunal Superior do Trabalho (TST) divulgou os novos valores referentes aos limites de depósito recursal previstos no artigo 899 da CLT. Os valore...

Seminário sobre Segurança Institucional acontece no dia 8/8

29/07/2014 - 15h13
Tendo em vista a preocupação do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT8) com a garantia da segurança dentro de seu espaço físico, seja...

Definido calendário de discussão do Orçamento 2015

29/07/2014 - 15h06
O orçamento destinado para a Justiça de 1º grau do Estado da Paraíba será discutido pelos integrantes do Comitê do Orçamento 2015 para o 1º Gr...
 

Acompanhe o CNJ

brasao

Sede: Supremo Tribunal Federal - Anexo I, Praça dos Três Poderes, S/N CEP:70175-901 - Anexo: SEPN Quadra 514 norte, lote 7, Bloco B CEP: 70760-542

Telefones - 55 61 2326-5000 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h.