Notícias em Destaque

CNJ aprova resolução que disciplina a lei das escrituras


25/04/2007 - 12h27


O preço dos serviços cobrados em cartórios para a realização de divórcios, separações, partilhas e inventários consensuais acaba de ser regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).  

O preço dos serviços cobrados em cartórios para a realização de divórcios, separações, partilhas e inventários consensuais acaba de ser regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). De acordo com a resolução nº. 35, aprovada pelo órgão nesta terça-feira (24/04), a cobrança pelos serviços não pode ser proporcional ao valor dos bens envolvidos na causa. 

Essa cobrança proporcional - que acabava encarecendo consideravelmente os trâmites - vinha sendo praticada por cartórios desde o início do ano, quando foi aprovada a lei 11.441, conhecida como a lei das escrituras. Pelo caráter inovador da nova legislação, seu conteúdo gerou muitas divergências, controvérsias e dúvidas com relação à sua aplicação. E muitos cartórios começaram a cobrar alto pelos serviços, contrariando os objetivos da nova lei, que seria o de proporcionar as escrituras a um menor custo à população. 

De acordo com a resolução do CNJ, "a cobrança pelos serviços deve corresponder ao efetivo custo e à adequada e suficiente remuneração pela sua prestação". Além disso, o documento também deixa claro que está vedada "a fixação de custas em percentual incidente sobre o valor do negócio jurídico objeto dos serviços notariais e de registro".

Segundo o corregedor nacional de Justiça, ministro Antônio de Pádua Ribeiro, "é de suma importância que os objetivos visados pela lei não sejam prejudicados pela adoção de entraves burocráticos e exigências desnecessárias acabem por inviabilizá-la e frustrar sua finalidade".

A resolução 35 tem 53 artigos e também fixa que as escrituras públicas de inventário e partilha, separações e divórcios consensuais não dependem de homologação judicial e são títulos aptos para o registro civil e o registro imobiliário e para a transferência de bens e direitos. Essas escrituras públicas também podem ser utilizadas para a promoção de todos os atos necessários à concretização das transferências de bens e levantamento de valores em órgãos como o Detran, junta comercial, registro civil de pessoas jurídicas, instituições financeiras e companhias telefônicas, entre outras.

A resolução destaca ainda a gratuidade das escrituras de inventário, partilhas, separação e divórcio consensuais nos casos de apresentação de declaração dos interessados de que não possuem condições de arcar com as custas, ainda que as partes tenham advogado.



Siga o CNJ: Facebook Twitter Youtube Flickr RSS

Palavras-chave:

Notícias do CNJ

Falta de energia suspende atendimento na sede do CNJ

17/12/2014 - 09h59
Falta de energia suspende atendimento na sede do CNJ Devido ao alagamento de uma subestação da Companhia Energética de Brasília (CEB), o edifício-sede do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) está se...

CNJ determina que o TJBA volte a pagar gratificação integral a servidores

17/12/2014 - 09h05
CNJ determina que o TJBA volte a pagar gratificação integral a servidoresO Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determinou na última segunda-feira (15/12) que o Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA) vo...

Em sua última sessão do ano, plenário do CNJ julga 11 processos

16/12/2014 - 19h27
Em sua última sessão do ano, plenário do CNJ julga 11 processosEm sua última sessão ordinária do ano, o plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) julgou nesta terça-feira (16/12) 11 processos, que somad...

XI Prêmio Innovare é entregue em solenidade no STF

16/12/2014 - 15h04
 XI Prêmio Innovare é entregue em solenidade no STFO presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, magistrados dos Tribunais ...

Ciclo de sessões extraordinárias encerra com 87 processos julgados

15/12/2014 - 17h55
Ciclo de sessões extraordinárias encerra com 87 processos julgadosO ciclo de cinco sessões extraordinárias do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), todas presididas pela vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (...

CNJ determina apuração de prestação gratuita em cartórios goianos

15/12/2014 - 17h43
CNJ determina apuração de prestação gratuita em cartórios goianosO plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determinou que o Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) apure se os cartórios privados locais estã...

Pedido de vista suspende discussão de procedimento que envolve exoneração de magistrada

15/12/2014 - 17h25
Pedido de vista suspende discussão de procedimento que envolve exoneração de magistradaUm pedido de vista do conselheiro Fabiano Silveira suspendeu, nesta segunda-feira (15/12), durante a 25ª Sessão Extraordinária do Conselho Nacional...

CNJ prorroga três procedimentos administrativos disciplinares

15/12/2014 - 14h35
CNJ prorroga três procedimentos administrativos disciplinaresPor maioria de votos, o plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu, nesta segunda-feira (15/12), durante a 25ª Sessão Extraordinária,...

Sessões Extraordinárias julgam 16 processos

15/12/2014 - 14h04
Sessões Extraordinárias  julgam  16 processosO plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) julgou 16 dos 141 processos pautados nas duas últimas sessões extraordinárias 24ª e 25ª, reali...

Notícias do Judiciário

Comarca de Tartarugalzinho realiza ação de integração da melhor idade

18/12/2014 - 11h18
Na terça-feira (16/12), a Vara Única da Comarca de Tartarugalzinho (AP), que tem como titular o Juiz Heraldo Nascimento da Costa, realizou a "Ação...

Pais devem ficar atentos às regras para viagens de menores ao exterior

16/12/2014 - 11h43
Pais de crianças ou adolescentes que irão viajar para o exterior devem ficar atentos às regras para autorização de viagens desses menores a ser f...

Judiciário realiza ações preventivas de combate à violência à mulheres

16/12/2014 - 11h15
A Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Maranhão (Cemulher-TJMA) está realiz...

Tribunal lança painel para acompanhar cumprimento de metas

16/12/2014 - 11h10
O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) disponibilizou em sua da intranet, por deteminação da Presidência da corte, paine...

Judiciário realiza casamento coletivo no Coque, Pernambuco

16/12/2014 - 11h09
O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), por meio da Casa de Justiça e Cidadania, promoveu nesta terça-feira, uma cerimõnia para realização d...

Sim ao reconhecimento voluntário de paternidade socioafetiva

16/12/2014 - 11h04
Foi disponibilizado no Diário da Justiça Eletrônico da última quinta-feira (11/12) o Provimento de nº 234/2014, da Corregedoria-Geral de Justiça...

Justiça Federal do Rio de Janeiro inaugura Foro em Campo Grande

12/12/2014 - 15h53
Será inaugurado no dia 16 de dezembro, em Campo Grande, o novo Foro da Justiça Federal no Rio de Janeiro. A instalação do Foro na Zona Oeste da ci...

Corregedoria cria Comissão Sentenciante Itinerante no Maranhão

12/12/2014 - 11h58
A corregedora-geral da Justiça do Maranhão, desembargadora Nelma Sarney, editou um provimento no qual cria a Comissão Sentenciante Itinerante. Essa...

Tribunal divulga banco de dados sobre rede de proteção à mulher

12/12/2014 - 11h11
O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), por meio do Centro Judiciário da Mulher (CJM), publicou na quarta-feira (10/12) um...
 

Acompanhe o CNJ

brasao

SEPN Quadra 514 norte, lote 7, Bloco B CEP: 70760-542

Telefones - 55 61 2326-5000 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h.