Notícias em Destaque

CNJ aprova resolução que disciplina a lei das escrituras


25/04/2007 - 12h27


O preço dos serviços cobrados em cartórios para a realização de divórcios, separações, partilhas e inventários consensuais acaba de ser regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).  

O preço dos serviços cobrados em cartórios para a realização de divórcios, separações, partilhas e inventários consensuais acaba de ser regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). De acordo com a resolução nº. 35, aprovada pelo órgão nesta terça-feira (24/04), a cobrança pelos serviços não pode ser proporcional ao valor dos bens envolvidos na causa. 

Essa cobrança proporcional - que acabava encarecendo consideravelmente os trâmites - vinha sendo praticada por cartórios desde o início do ano, quando foi aprovada a lei 11.441, conhecida como a lei das escrituras. Pelo caráter inovador da nova legislação, seu conteúdo gerou muitas divergências, controvérsias e dúvidas com relação à sua aplicação. E muitos cartórios começaram a cobrar alto pelos serviços, contrariando os objetivos da nova lei, que seria o de proporcionar as escrituras a um menor custo à população. 

De acordo com a resolução do CNJ, "a cobrança pelos serviços deve corresponder ao efetivo custo e à adequada e suficiente remuneração pela sua prestação". Além disso, o documento também deixa claro que está vedada "a fixação de custas em percentual incidente sobre o valor do negócio jurídico objeto dos serviços notariais e de registro".

Segundo o corregedor nacional de Justiça, ministro Antônio de Pádua Ribeiro, "é de suma importância que os objetivos visados pela lei não sejam prejudicados pela adoção de entraves burocráticos e exigências desnecessárias acabem por inviabilizá-la e frustrar sua finalidade".

A resolução 35 tem 53 artigos e também fixa que as escrituras públicas de inventário e partilha, separações e divórcios consensuais não dependem de homologação judicial e são títulos aptos para o registro civil e o registro imobiliário e para a transferência de bens e direitos. Essas escrituras públicas também podem ser utilizadas para a promoção de todos os atos necessários à concretização das transferências de bens e levantamento de valores em órgãos como o Detran, junta comercial, registro civil de pessoas jurídicas, instituições financeiras e companhias telefônicas, entre outras.

A resolução destaca ainda a gratuidade das escrituras de inventário, partilhas, separação e divórcio consensuais nos casos de apresentação de declaração dos interessados de que não possuem condições de arcar com as custas, ainda que as partes tenham advogado.



Siga o CNJ: Facebook Twitter Youtube Flickr RSS

Palavras-chave:

Notícias do CNJ

CNJ no Ar destaca o credenciamento dos Tribunais de Justiça para a Copa

16/04/2014 - 07h00
CNJ no Ar destaca o credenciamento dos Tribunais de Justiça para a Copa Os Tribunais de Justiça devem fazer, até 15 de maio, o credenciamento virtual dos magistrados, servidores e voluntários que atuarão nos juizados d...

CNJ realiza sua primeira sessão com uso exclusivo do PJe

15/04/2014 - 16h30
CNJ realiza sua primeira sessão com uso exclusivo do PJe A sessão plenária do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), do último dia 8 de abril, foi feita inteiramente com o uso do Processo Judicial Eletrôni...

Plenária do CNJ será realizada na terça-feira, dia 22

15/04/2014 - 11h00
Plenária do CNJ será realizada na terça-feira, dia 22Após os feriados da Páscoa e de Tiradentes, o Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) se reunirá na terça-feira (22/04), para a 187ª Ses...

Conselho produzirá diagnóstico sobre ações relativas a conflitos de terra e trabalho escravo

15/04/2014 - 09h50
Conselho produzirá diagnóstico sobre ações relativas a conflitos de terra e trabalho escravoEm uma iniciativa inédita, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realizará levantamento estatístico das ações judiciais relacionadas a questões ...

Relatório estuda melhorias na saúde do Judiciário

15/04/2014 - 07h00
Relatório estuda melhorias na saúde do JudiciárioO CNJ no Ar desta terça-feira (15/4) destaca a expectativa em torno do relatório que deve ser apresentado até junho por um grupo de trabalho criado...

Conselho mantém atos que determinam o atendimento de advogados e partes no balcão da Secretaria de Vara do Trabalho

14/04/2014 - 19h37
Conselho mantém atos que determinam o atendimento de advogados e partes no balcão da Secretaria de Vara do TrabalhoO Conselho Nacional de Justiça (CNJ) manteve, na última sessão do dia 8 de março, três atos administrativos editados por magistrados da 1ª, 2ª ...

Começa o credenciamento dos tribunais para atuarem nos estádios da Copa do Mundo

14/04/2014 - 17h35
Começa o credenciamento dos tribunais para atuarem nos estádios da Copa do MundoA partir desta terça-feira (15/4) até 15 de maio, os Tribunais de Justiça devem fazer o credenciamento virtual dos magistrados, servidores e volunt...

Lavrador de Tocantins recebe o primeiro documento aos 98 anos

14/04/2014 - 09h45
Lavrador de Tocantins recebe o primeiro documento aos 98 anos O lavrador aposentado Virgílio Cachoeira de Oliveira, morador da pequena cidade de Aurora do Tocantins/TO, localizada a cerca de 500 quilômetros de ...

Documentos e apresentações feitas durante audiência pública já estão disponíveis

14/04/2014 - 09h17
Documentos e apresentações feitas durante audiência pública já estão disponíveis Já estão disponíveis, no portal do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), os vídeos das apresentações feitas durante a audiência pública que dis...

Notícias do Judiciário

Esporte ajuda no rendimento escolar no Amapá

15/04/2014 - 17h47
A Associação dos Magistrados do Amapá deu inicio ao projeto "Jiu JitsuComunitário na AMAAP". Na abertura, professores graduados na artemarcial e a...

Jovens debatem violência contra a mulher na Paraíba

15/04/2014 - 17h17
A Violência contra a Mulher e os Desafios na Implementação da Lei Maria da Penha pelo Poder Judiciário da Paraíba serão discutidos durante uma p...

Abrigos de menores são avaliados em Fortaleza

15/04/2014 - 15h42
A 4ª Vara da Infância e da Juventude de Fortaleza realizou esta semana audiências concentradas na Casa Abrigo, dando continuidade ao trabalho de av...

Justiça da Bahia afasta torcedores dos estádios

14/04/2014 - 18h38
O Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA), por meio do Juizado do Torcedor, proibiu torcedores de Bahia e Vitória de frequentar os estádios n...

Justiça do trabalho completa 100% de PJe no Ceará

14/04/2014 - 16h11
A Justiça do Trabalho do Ceará já está funcionando 100% pelo sistema de Processo Judicial Eletrônico (PJe). A última unidade a receber o PJe/JT ...

PJe começa a ser implantado em julho no Espírito Santo

14/04/2014 - 15h30
O Pleno do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) instituiu, por meio de resolução, o sistema Processo Judicial Eletrônico (PJe) do Conselh...

Caldas Novas ganha Centro de Solução de Conflitos

11/04/2014 - 19h23
Com uma demanda processual crescente, a comarca de Caldas Novas, em Goiás, recebeu nesta sexta-feira (11/4) o Centro Judiciário de Solução de Conf...

Mutirão de juizados julgará 690 processos em Palmas

11/04/2014 - 15h45
Os juizados especiais de Palmas começam este mês uma série de mutirões em todas as suas unidades. Ao todo, 690 processos devem ser julgados durant...

Justiça Itinerante atende Comunidades Indígenas isoladas

10/04/2014 - 17h23
A Vara da Justiça Itinerante (VJI) levou prestação jurisdicional às comunidades indígenas da etnia Ingaricó, localizadas na Região da Serra do ...
 

Acompanhe o CNJ

brasao

Sede: Supremo Tribunal Federal - Anexo I, Praça dos Três Poderes, S/N CEP:70175-901 - Anexo: SEPN Quadra 514 norte, lote 7, Bloco B CEP: 70760-542

Telefones - 55 61 2326-5000 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h.