Notícias em Destaque

CNJ aprova resolução que disciplina a lei das escrituras


25/04/2007 - 12h27


O preço dos serviços cobrados em cartórios para a realização de divórcios, separações, partilhas e inventários consensuais acaba de ser regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).  

O preço dos serviços cobrados em cartórios para a realização de divórcios, separações, partilhas e inventários consensuais acaba de ser regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). De acordo com a resolução nº. 35, aprovada pelo órgão nesta terça-feira (24/04), a cobrança pelos serviços não pode ser proporcional ao valor dos bens envolvidos na causa. 

Essa cobrança proporcional - que acabava encarecendo consideravelmente os trâmites - vinha sendo praticada por cartórios desde o início do ano, quando foi aprovada a lei 11.441, conhecida como a lei das escrituras. Pelo caráter inovador da nova legislação, seu conteúdo gerou muitas divergências, controvérsias e dúvidas com relação à sua aplicação. E muitos cartórios começaram a cobrar alto pelos serviços, contrariando os objetivos da nova lei, que seria o de proporcionar as escrituras a um menor custo à população. 

De acordo com a resolução do CNJ, "a cobrança pelos serviços deve corresponder ao efetivo custo e à adequada e suficiente remuneração pela sua prestação". Além disso, o documento também deixa claro que está vedada "a fixação de custas em percentual incidente sobre o valor do negócio jurídico objeto dos serviços notariais e de registro".

Segundo o corregedor nacional de Justiça, ministro Antônio de Pádua Ribeiro, "é de suma importância que os objetivos visados pela lei não sejam prejudicados pela adoção de entraves burocráticos e exigências desnecessárias acabem por inviabilizá-la e frustrar sua finalidade".

A resolução 35 tem 53 artigos e também fixa que as escrituras públicas de inventário e partilha, separações e divórcios consensuais não dependem de homologação judicial e são títulos aptos para o registro civil e o registro imobiliário e para a transferência de bens e direitos. Essas escrituras públicas também podem ser utilizadas para a promoção de todos os atos necessários à concretização das transferências de bens e levantamento de valores em órgãos como o Detran, junta comercial, registro civil de pessoas jurídicas, instituições financeiras e companhias telefônicas, entre outras.

A resolução destaca ainda a gratuidade das escrituras de inventário, partilhas, separação e divórcio consensuais nos casos de apresentação de declaração dos interessados de que não possuem condições de arcar com as custas, ainda que as partes tenham advogado.



Siga o CNJ: Facebook Twitter Youtube Flickr RSS

Palavras-chave:

Notícias do CNJ

Congresso sobre a Lei de Execução Penal é destaque do CNJ no Ar

02/09/2014 - 19h41
Congresso sobre a Lei de Execução Penal é destaque do CNJ no Ar  O programa CNJ no Ar desta quarta-feira (3/9) destaca o Congresso Nacional 30 anos da Lei de Execução Penal, realizado pelo Conselho Feder...

Valorização da magistratura no Maranhão é destaque no CNJ no Ar

01/09/2014 - 20h19
Valorização da magistratura no Maranhão é destaque no CNJ no Ar O programa CNJ no Ar desta terça-feira (2/9) destaca o segundo evento do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão de valorização da magis...

Conselho entrega relatório de Mutirão Socioeducativo no Piauí

01/09/2014 - 11h00
Conselho entrega relatório de Mutirão Socioeducativo no PiauíO Conselho Nacional de Justiça (CNJ) entregou, na última segunda-feira (25/8), ao presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, desembarga...

Grupo de trabalho colhe sugestões de credores e devedores para alteração da Resolução 115

01/09/2014 - 10h23
Grupo de trabalho colhe sugestões de credores e devedores para alteração da Resolução 115O Grupo de Trabalho formado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para a revisão da Resolução CNJ n. 115 reuniu-se na última quarta-feira (27/8...

CNJ realiza sessão plenária de julgamentos nesta terça-feira

01/09/2014 - 09h07
CNJ realiza sessão plenária de julgamentos nesta terça-feiraO Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realiza, nesta terça-feira (2/9), a sua primeira sessão com a participação da nova corregedora nacional de J...

Projeto Acelerar Previdenciário, em Goiás, é destaque do CNJ no Ar

01/09/2014 - 07h00
Projeto Acelerar Previdenciário, em Goiás, é destaque do CNJ no ArO judiciário de Goiás comemora a realização de mais de 7 mil audiências do projeto Acelerar Previdenciário. Foram cerca de R$ 33 milhões em ben...

CNJ envia emissário para averiguar situação da Penitenciária Estadual de Cascavel

29/08/2014 - 10h27
CNJ envia emissário para averiguar situação da Penitenciária Estadual de CascavelO presidente em exercício do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Ricardo Lewandowski, assinou nesta quinta-feira (28/8) portaria que determ...

Audiência pública sobre acesso à Justiça para a juventude negra será realizada em 17 de setembro

29/08/2014 - 10h15
Audiência pública sobre acesso à Justiça para a juventude negra será realizada em 17 de setembroA audiência pública Acesso à Justiça para a Juventude Negra em Situação de Violência, inicialmente marcada para o dia 3 de setembro, foi remarc...

CNJ avalia sugestões para o aperfeiçoamento de servidores do Judiciário

29/08/2014 - 09h03
CNJ avalia sugestões para o aperfeiçoamento de servidores do JudiciárioEstá em análise na Comissão Permanente de Eficiência Operacional e Gestão de Pessoas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) uma lista de sugestõ...

Notícias do Judiciário

Justiça no Cárcere leva prestação jurisdicional a detentos de Caucaia

02/09/2014 - 15h15
A 2ª e a 3ª Vara de Execução Penal da Comarca de Fortaleza realizam, nesta terça (2/9) e quarta-feira (3/9), nova edição do Projeto Justiça no...

Tribunal autoriza mutirão carcerário na VEP de Vilha Velha

01/09/2014 - 13h51
O Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) autorizou, pelo Ato Normativo nº 159/2014, a realização de mutirão por solicitação da juíza ...

Justiça do Amapá dá início à 111ª Jornada Itinerante Fluvial

01/09/2014 - 13h48
Desde às 8h desta segunda-feira (1º/9), as comunidades do Arquipélago do Bailique começaram a ter acesso ao mutirão de serviços do Judiciário d...

Juizado de Ribamar faz esforço concentrado e mostra resultados

01/09/2014 - 13h43
O Juizado Especial Cível e Criminal de São José de Ribamar, termo judiciário da Comarca de São Luís, divulgou os dados da Semana de Esforço Con...

PJe atenderá pessoas com deficiência no Distrito Federal

01/09/2014 - 13h38
A acessibilidade será uma das marcas do Processo Judicial Eletrônico (PJe) no TJDFT. Por determinação da Portaria Conjunta nº 53, de 22 de julho ...

Judiciário do Rio de Janeiro aprova plano de comunicação estratégica

29/08/2014 - 15h59
A presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), desembargadora Leila Mariano, aprovou o Plano de Comunicação da Estratégia do Poder ...

Justiça do Trabalho potiguar difunde a correição colaborativa

29/08/2014 - 15h56
O presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN), desembargador José Rêgo Júnior, apresentou nesta semana, em Brasília, o pr...

Acadêmicos conhecem projeto da Justiça do Trabalho na escola

29/08/2014 - 15h50
Os acadêmicos do 2º ao 10º períodos do Curso de Direito da Faculdade de Rondônia (Faro) participaram na noite de terça-feira (26/8) do programa ...

Mutirão Previdenciário atende 230 pessoas em São Simão

29/08/2014 - 15h40
A comarca de São Simão recebeu, na quarta-feira (27/8), o Projeto Acelerar - Mutirão Previdenciário e atendeu a cerca de 230 pessoas em um único ...
 

Acompanhe o CNJ

brasao

SEPN Quadra 514 norte, lote 7, Bloco B CEP: 70760-542

Telefones - 55 61 2326-5000 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h.