Notícias em Destaque

CNJ aprova resolução que disciplina a lei das escrituras


25/04/2007 - 12h27


O preço dos serviços cobrados em cartórios para a realização de divórcios, separações, partilhas e inventários consensuais acaba de ser regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).  

O preço dos serviços cobrados em cartórios para a realização de divórcios, separações, partilhas e inventários consensuais acaba de ser regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). De acordo com a resolução nº. 35, aprovada pelo órgão nesta terça-feira (24/04), a cobrança pelos serviços não pode ser proporcional ao valor dos bens envolvidos na causa. 

Essa cobrança proporcional - que acabava encarecendo consideravelmente os trâmites - vinha sendo praticada por cartórios desde o início do ano, quando foi aprovada a lei 11.441, conhecida como a lei das escrituras. Pelo caráter inovador da nova legislação, seu conteúdo gerou muitas divergências, controvérsias e dúvidas com relação à sua aplicação. E muitos cartórios começaram a cobrar alto pelos serviços, contrariando os objetivos da nova lei, que seria o de proporcionar as escrituras a um menor custo à população. 

De acordo com a resolução do CNJ, "a cobrança pelos serviços deve corresponder ao efetivo custo e à adequada e suficiente remuneração pela sua prestação". Além disso, o documento também deixa claro que está vedada "a fixação de custas em percentual incidente sobre o valor do negócio jurídico objeto dos serviços notariais e de registro".

Segundo o corregedor nacional de Justiça, ministro Antônio de Pádua Ribeiro, "é de suma importância que os objetivos visados pela lei não sejam prejudicados pela adoção de entraves burocráticos e exigências desnecessárias acabem por inviabilizá-la e frustrar sua finalidade".

A resolução 35 tem 53 artigos e também fixa que as escrituras públicas de inventário e partilha, separações e divórcios consensuais não dependem de homologação judicial e são títulos aptos para o registro civil e o registro imobiliário e para a transferência de bens e direitos. Essas escrituras públicas também podem ser utilizadas para a promoção de todos os atos necessários à concretização das transferências de bens e levantamento de valores em órgãos como o Detran, junta comercial, registro civil de pessoas jurídicas, instituições financeiras e companhias telefônicas, entre outras.

A resolução destaca ainda a gratuidade das escrituras de inventário, partilhas, separação e divórcio consensuais nos casos de apresentação de declaração dos interessados de que não possuem condições de arcar com as custas, ainda que as partes tenham advogado.



Siga o CNJ: Facebook Twitter Youtube Flickr RSS

Palavras-chave:

Notícias do CNJ

Ricardo Lewandowski destaca papel estratégico do CNJ para o Judiciário

19/09/2014 - 20h02
Ricardo Lewandowski destaca papel estratégico do CNJ para o JudiciárioO presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, afirmou, na sexta-feira (19/09)...

Programa que busca reabilitar agressor é destaque no CNJ no Ar

19/09/2014 - 19h46
Programa que busca reabilitar agressor é destaque no CNJ no Ar O programa CNJ no Ar desta segunda-feira (22/9) destaca os cursos e programas previstos na Lei Maria da Penha, que buscam reabilitar e reeducar os h...

Ferramenta permitirá acesso simplificado a informações regionalizadas do Justiça em Números 2014

19/09/2014 - 17h02
Ferramenta permitirá acesso simplificado a informações regionalizadas do Justiça em Números 2014As informações do Relatório Justiça em Números 2014, que será divulgado na próxima terça-feira (23/9), em Brasília/DF, poderão ser acessadas...

Cursos de responsabilização são oferecidos aos homens processados pela Lei Maria da Penha

19/09/2014 - 10h27
Cursos de responsabilização são oferecidos aos homens processados pela Lei Maria da Penha Desde quando foi criada, em 2006, a Lei Maria da Penha (n. 11.340) conseguiu ser reconhecida pela maioria dos brasileiros como importante instrumento ...

CNJ arquiva liminarmente processo que questionava concurso do TRF2 para juiz substituto

19/09/2014 - 09h53
CNJ arquiva liminarmente processo que questionava concurso do TRF2 para juiz substitutoO Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu, na terça-feira (16/9), arquivar liminarmente o processo que pedia a anulação da prova o...

VIII Encontro Nacional do Poder Judiciário é destaque do CNJ no Ar

18/09/2014 - 19h00
VIII Encontro Nacional do Poder Judiciário é destaque do CNJ no Ar O programa CNJ no Ar desta sexta-feira (19/9) destaca o VIII Encontro Nacional do Poder Judiciário, que será realizado nos dias 10 e 11 de novembr...

Conselheira destaca importância do Relatório Justiça em Números de 2014

18/09/2014 - 11h00
Conselheira destaca importância do Relatório Justiça em Números de 2014No próximo dia 23/9, será divulgada, em Brasília/DF, a versão eletrônica do Relatório Justiça em Números 2014, a principal base de dados anual...

Atuação do CNJ é destaque em seminário sobre Justiça e democracia, na Paraíba

18/09/2014 - 10h30
Atuação do CNJ é destaque em seminário sobre Justiça e democracia, na ParaíbaO presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, participa, nesta sexta-feira (19/9), às...

Conselho ofereceu, só neste ano, 19.886 vagas em cursos para servidores e a população em geral

18/09/2014 - 09h45
Conselho ofereceu, só neste ano, 19.886 vagas em cursos para servidores e a população em geral Neste ano, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) ofereceu, até o momento, 19.886 vagas em cursos de capacitação de servidores do Poder Judiciário ...

Notícias do Judiciário

Instituições discutem atendimento às vítimas de violência

23/09/2014 - 17h17
A importância e os benefícios da rede de atendimento às vítimas de violência foram discutidas durante workshop promovido pelo Centro Estadual de ...

Tribunal pega estrada para ampliar acesso à Justiça

23/09/2014 - 17h01
Depois de chacoalhar durante quase 10 horas em estradas de terra, no sudeste paraense, três juízes e dois advogados chegaram à localidade de Lindoe...

São Miguel do Araguaia implanta inclusão digital para reeducandos

23/09/2014 - 15h18
A Comarca de São Miguel do Araguaia (GO) implantou, na semana passada (17/9), na Unidade Prisional da cidade, o projeto Inclusão Digital para Reeduc...

Pai Presente integra campanha nacional de responsabilidade social

22/09/2014 - 17h24
Ter como diretriz a construção de uma sociedade melhor e garantir direitos básicos a quem necessita é uma responsabilidade que abrange todos os se...

Tribunal realiza semana de inclusão e comemora 5 anos de núcleo

22/09/2014 - 17h15
O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) realiza, de 22 a 26 de setembro, a Semana de Inclusão 2014, com palestras, ofic...

Área infracional pauta cerca de 110 processos para mutirão

22/09/2014 - 17h07
O Juizado da Infância e da Juventude - Área de Atos Infracionais, que tem como titular a juíza Gelcinete da Rocha, pautou cerca de 110 processos pa...

Grupo de monitoramento define projetos de melhoraria para sistema prisional no Piauí

22/09/2014 - 17h00
O Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário do Piauí (GMF), do Tribunal de Justiça do Piauí (TJPI), presidido pelo desembargad...

Piauí tem primeira união estável homoafetiva em penitenciária

19/09/2014 - 17h42
De forma inédita, um casal homoafetivo formalizou, na tarde da quarta-feira (17/9), sua união estável em um penitenciária do Piauí. Everoneide Co...

Vara da Infância viabiliza parceria em favor de medidas socioeducativas

19/09/2014 - 17h33
Dando seguimento à política de construção e implementação de redes de atendimento, o juiz auxiliar da Vara da Infância e Juventude da Comarca d...
 

Acompanhe o CNJ

brasao

SEPN Quadra 514 norte, lote 7, Bloco B CEP: 70760-542

Telefones - 55 61 2326-5000 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h.