Corregedoria Nacional apura denúncias envolvendo membros do Judiciário de MS

A corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, se reuniu, nesta quarta-feira (20/10), com o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, e representantes de entidades sul mato grossenses, na sede do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em Brasília. Na reunião, a OAB solicitou que a Corregedoria Nacional apure as denúncias de suposto envolvimento de membros do Judiciário do Mato Grosso do Sul em esquema de corrupção. “Nós vamos analisar as denúncias para adotar as providências necessárias”, assegurou a ministra.

Como resultado das informações divulgadas pelo jornal O Globo e o site de notícias Midiamaxnews, com declarações do deputado estadual do Mato Grosso do Sul Ary Rigo alegando que dinheiro público era destinado, ilicitamente, a membro ou membros do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), a Corregedoria Nacional de Justiça instaurou de ofício, no dia 24 de setembro, um Pedido de Providências para apurar as denúncias. A Corregedoria do CNJ solicitou esclarecimentos sobre a questão   ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), que informou ao CNJ as providências adotadas. As informações prestadas pelo Tribunal estão sendo analisadas pela Corregedoria Nacional.

“É necessário que haja apuração efetiva dos fatos, que lutemos pela ética, no sentido de punir os que se envolvem em atos delituosos”, destacou o presidente da OAB Nacional. O presidente da seção sul mato grossense da OAB, Leonardo Avelino Duarte, que também participou da reunião, solicitou uma apuração responsável e célere dos fatos, a fim de preservar a credibilidade de instituições públicas no Estado.

Mariana Braga

Agência CNJ de Notícias



Palavras-chave: corregedoria, eliana calmon, oab, denuncia

brasao

SEPN Quadra 514 norte, lote 7, Bloco B CEP: 70760-542

Telefones - 55 61 2326-5000 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h.