Mutirão no Juizado especial de Cuiabá (MT) finaliza 1 mil processos

Já somam 1.080 os processos sentenciados pelo mutirão que está sendo realizado no Terceiro Juizado Especial Cível de Cuiabá e que estavam pendentes desta decisão. Os dados constam do terceiro levantamento parcial da Corregedoria-Geral da Justiça de Mato Grosso (CGJ-MT) divulgado na última quinta-feira (26/7).

A juíza Maria Aparecida Ribeiro, do Segundo Juizado Especial Cível de Cuiabá, atingiu a meta e sentenciou na semana passada os 200 processos que lhe foram designados. Na semana anterior, o magistrado Yale Sabo Mendes, do Quinto Juizado Especial Cível de Cuiabá, já havia alcançado a meta, sendo que cada juiz convocado está responsável por sentenciar 200 ações. Nos levantamentos parciais, a Corregedoria considera as ações já sentenciadas e lançadas no sistema.

O juiz Sebastião Barbosa Farias, do Quarto Juizado Especial Cível de Cuiabá, sentenciou 80 processos (40%), o magistrado Sebastião de Arruda Almeida, do Sexto Juizado Cível de Cuiabá sentenciou 68 (34%), o juiz Valmir Alaercio Santos, do Terceiro Juizado Cível de Cuiabá, sentenciou 61 (30,5%), o magistrado José Zuquim Nogueira, do Juizado Especial Volante Ambiental, sentenciou 100 ações (50%), o juiz Nelson Dorigatti, do Juizado Cível e Criminal do Jardim Glória, em Várzea Grande, sentenciou 108 (54%), o magistrado João Bosco Soares da Silva, do Juizado Cível e Criminal do Cristo Rei, em Várzea Grande, sentenciou 80 (40%), o juiz Mário Kono de Oliveira, do Juizado Especial Criminal Unificado, sentenciou 100 processos (50%) e o magistrado Dirceu dos Santos, do Juizado Especial Itinerante (JEI), sentenciou 83 ações (41,5%).

O objetivo do corregedor, desembargador Márcio Vidal é o de apoiar as unidades jurisdicionais que possuem maior número de processos pendentes de decisão para dar mais agilidade e eficiência para a prestação jurisdicional à sociedade.

O trabalho conjunto teve início no dia 13 de junho e 11 magistrados dos Juizados Especiais de Cuiabá e Várzea Grande foram convocados para realizar as atividades por um período de 90 dias, conforme consta na portaria 26/2011 da Corregedoria.

Na portaria estão designados ao grupo de trabalho os juízes Dirceu dos Santos, João Bosco Soares da Silva, José Zuquim Nogueira, Maria Aparecida Ribeiro, Mario Roberto Kono de Oliveira, Nelson Dorigatti, Sebastião Barbosa Farias, Sebastião de Arruda Almeida, Serly Marcondes Alves, Valmir Alaércio Santos e Yale Sabo Mendes.

Fonte:Corregedoria Geral de Justiça de Mato Grosso



Palavras-chave: judiciario, mato grosso, juizado especial, mutirao, cidadao, magistrado, advogado, servidor

brasao

SEPN Quadra 514 norte, lote 7, Bloco B CEP: 70760-542

Telefones - 55 61 2326-5000 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h.